História

Fachada-Pdes

A igreja matriz da Paróquia Divino Espírito Santo está decorada e enriquecida com mensagens da catequese, para que o povo de Deus “vendo”, lembre-se dos mistérios da salvação, narrados com linhas, imagens, cores, palavras, símbolos, desenhos e mesmo pela estrutura arquitetônica.

A dedicação do nome do Espírito Santo dado à nova Paróquia se deve a um grupo de pessoas que trabalhava e rezava pelas vocações. Foi talvez este, um sinal profético da destinação desta igreja que no futuro seria um centro, em Brasília, marcado pela oração Rogacionista, que implora a Deus por mais Apóstolos.
O Arcebispo de então, Dom José Newton de Almeida, acolheu a sugestão e, o título da nova igreja ficou consagrado ao Divino Espírito Santo. Oficialmente a Paróquia foi instituída aos 25 de março de 1973, quando no mesmo dia o Arcebispo Dom José Newton em cerimônia solene, ao ar livre, punha a pedra fundamental da nova igreja e a entregava aos cuidados pastorais dos Padres Rogacionistas, representados pelo Provincial Pe. Antônio Chirulli.Altar-Igreja

O projeto do templo preparado pelos técnicos da SHIS (Sociedade Habitacional de Interesse Social) se demonstrou muito pequeno para uma grande população de católicos. Se procedeu então a um novo projeto e, somente depois de ter superado muitas dificuldades, se procedeu novamente ao lançamento da pedra fundamental, em 1979, ainda pelo Arcebispo Dom José Newton, assessorado novamente pelo Pe. Antônio Chirulli que, no entanto, se tornara pároco depois do Pe. José Vilardi e do Pe. Alberto Oselin. Quando foram aprontados o subsolo e a capela, as liturgias deixaram de ser celebradas num barracão que perigava cair, sendo que em fins de 1985 a igreja, estava quase terminada, como consta da data cravada na soleira da entrada principal. A solene inauguração foi feita aos 12 de julho de 1987 pelo Cardeal Dom José Freire Falcão com imensa participação de fiéis vindos também do Plano Piloto, sendo pároco o Pe. Guido Mottinelli, e vigário, o incansável Pe. Salvatore Sottile.

A Paróquia Divino Espirito Santo corresponde a 37ª Paróquia da Arquidiocese que foi Fieisdesmembrada da Paróquia ‘São Paulo Apóstolo’ (Guara I), limitando, ao norte, pela paróquia “mãe”, ao sul, pela Paróquia de São João Bosco (Núcleo Bandeirantes), a leste pela do Santo Cura D’Árs e São José Operário (Candangolândia) e a oeste, pela São Vicente de Paulo (Taguatinga).

No dia 01 de janeiro de 1992 foi desmembrada da Paroquia, a Comunidade “Maria Imaculada” (Quadras externas 24 a 28 e de 13 a 17) e no dia 08 de dezembro de 1996 foi também desmembrada a Comunidade “Santíssima Trindade” (Quadra 38) que se tornaram paróquias.